Ana səhifə

Sistemas Agroflorestais para o Brasil


Yüklə 0.58 Mb.
səhifə1/9
tarix10.06.2016
ölçüsü0.58 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


Sistemas Agroflorestais para o Brasil

Mauro Schorr

Instituto Ânima de Desenvolvimento Sustentável

2001



Árvores para sombra, para reter a umidade, para nossos bichos e pássaros viver, para o vento refrescar-se, para a chuva deslizar suavemente, para frutos maduros descerem como luzes e vitaminas preciosas em nossas mãos, árvores para sonharmos com novos mistérios, árvores para equilibrarmos nossas terras da destruição,

da erosão, evitando a pobreza de novos desertos, a insistente aridez dentro de nossas almas, a insuficiência do poder de nossa vontade sobre a miséria de nossa preguiça e egoísmo, árvores para encher nossas caixas, mercados, feiras, geladeiras, mesas, de imensas riquezas, para podermos ter uma economia que seja centenária e de longa ecológica permanência, árvores para podermos nos alimentar do melhor alimento, mais puro, cósmico e sátwico, para depois ainda sentarmos e meditar tornando-nos seus verdadeiros filhos, para poder sermos abraçados por seus anjos e seres elementais, e protegidos por seus poderes mágicos tão esquecidos, que fiquemos atentos ao que está descrito na profecia de Madru, no livro o

Tarot das Árvores ” , que quando os homens derrubarem a



nossa floresta será como o fim implacável dos tempos, mas estes preguiçosos e tão intoxicados seres, como evitam ter mais desapego

a tanto dinheiro, como traem sua evolução, como não valorizam, as pequenas coisas que criam e edificam imensos prédios e construções mais divinas e deslumbrantes, pois não é com imensas indústrias que vamos salvar este planeta, mas com as árvores, árvores em estradas, em postos de gasolina para serem doadas e cuidadas, árvores nas escolas, formando bancos de fibras naturais, molduras de computadores, lápis-lázulis para escrever, móveis artísticos, telas de pinturas, esculturas sagradas, tinturas, pigmentos, condimentos, fármacos, coenzimas, transmutadores das rochas, impulsos e elixires mágicos, e suas folhas ao redor delas para servirem como adubos e campos de proteção de sua bioenergia, é prefiro árvores, suas frutas, flores, o chá de suas cascas de árvores, a uma não sonhada carne para ser servida em meu almoço, quem sabe a humanidade pode retirar seu calórico e fermentado stress diário por uma dieta que contenha mais frutas, mel, flores, saladas e possa exigir que plantemos as árvores da felicidade e da salvação em nossos caminhos de iluminação, para deixarmos para a eternidade novas cores em nossas pinceladas por aí e por aqui de nossos desejos coloridos de um mundo melhor, mais saudável, como altares cheios de altíssimas vibrações para a Mãe Terra nos perdoar e iluminar como uma chuva de torrentes de luminosas bênçãos o nosso destino muitas vezes mais do que comum, e outras vezes muito mais do que raro, valioso, essencial e muito especial

(Artigo oferecido aos povos da Reserva Chico Mendes em Xapuri - AC, as crianças ecologistas da comunidade Céu do Mapiá- AM, aos guerreiros da comunidade Vale Dourado em Pirenópolis - GO, da Comunidade Osho Lua em Alto Paraíso - GO, da comunidade Demeter em Botucatu – SP, Comunidade de Trigueirinho – Carmo da Cachoeira – SP, a comunidade de Nova Eva em Londrina – PR, a luta da Funai, Embrapa e do Ibama no Brasil)

Índice

1. O Conceito de Sistemas Agroflorestais - SAFs

86

2. Tipos de Sistemas Agroflorestais

06

3. Os Sistemas Silvi-pastoris

08

4. Os Sistemas Agrossilvopastoris

170

5.Tipos de SAFs

10

6. As Vantagens e Limitações dos SAFs

13

7. Algumas Experiências em SAFs e seus efeitos na Economia

15

8. Principais Espécies utilizadas em SAFs para a

Região Amazônica

17

8.1. Consorciações e SAFs Amazônicos mais Encontrados

17

8.2. Uma Ocupação Sustentável da Amazônia

20

8.3. Uma Proposta inicial de Agroecologia, Biodinâmica

e Permacultura para a Amazônia Brasileira

23

9. A Agroecologia, Biodinâmica e a Permacultura

para a Região do Nordeste Brasileiro

25

9.1. SAFs de maior Ocorrência no Nordeste Brasileiro

25

9.2. Uma Proposta de um SAF Praiano para o Litoral Nordestino Brasileiro

28

9.3. A Agroecologia, Biodinâmica e a Permacultura

para o Nordeste Brasileiro

29

9.4. Algumas Tecnologias Agrícolas Sustentáveis para o Nordeste

29

10. Espécies e SAFs para a Grande Região do Cerrado Brasileiro

32

10.1. SAFs e Consorciações mais Encontradas no Cerrado Brasileiro

34

10.2. Uma proposta para estudo e discussão:

a Gênese Biodinâmica do Cerrado Brasileiro

37


10.3. Um Manejo Ecológico, Biodinâmicoe Permacultural dos Solos

e da Paisagem do Cerrado Brasileiro

44

11. Espécies e SAFs para a Região Sul e Sudeste do Brasil

47

11.1. Um Manejo mais Sustentável para a Agricultura do Sul

e do Sudoeste do Brasil

49

11.2. Outros Consórcios e SAFs importantes para a Região Sul

e Sudoeste do Brasil

53

SOS.Gaia 07.doc. Um pouco da realidade da

Reserva Extrativista Chico Mendes

55

Um compêndio de soluções para a Amazônia Brasileira

58

Uma direção adequada para o futuro da Agricultura mundial

60

Publicações do Instituto Anima

63

Bibliografia Complementar

67

Sobre o Autor

70

Espaço para Democracia

71


Figuras e Tabelas
Tab.1.0. Consorciações possíveis e Conceituação dos Sistemas utilizados em Agrossilvicultura ( Adaptado de Combe; Budowski - CATIE)

07

Tab.2.0. Principais Caracteristicas Desejáveis para o uso de Espécies Vegetais de acordo com a Classificação dos Sistemas Consorciados

11

Fig. 1.0. O Inicio de uma Permacultura Equatorial

10

Tab.03. Composição de Dois Paradigmas de Cultivo: Monocultivos e Policultivos (Adaptado de Chavelas, 1979)

18

Tab.04. Espécies mais Utilizadas em Sistemas Agroflorestais - SAFs e Permaculturais Amazônicos

18


Fig.02. Consórcio Agroflorestal Com Castanheira, Freijó, Mogno e Côco para a Realidade da Produção Sustentável Amazônica

19

Fig. 03. Concepção Básica de um Sistema Silvo-pastoril

Sustentável na Amazônia

20

Tab.06. Espécies Vegetais e SAFs Recomendados para a Região

Nordeste Brasileira

26

Fig.04. SAF com Algaroba, Leucena, Palma, Agave, Guandu

Caupi para o Semi-árido Nordestino

27

Fig. 04. Uma Proposta de um SAF Praiano para o Litoral Tropical Brasileiro

27

Tab.07. Espécies Vegetais Importantes para a Formação de

SAFs e a Permacultura para o Cerrado Brasileiro

34

Fig.06. SAF com Castanheira, Mogno, Jacarandá, Angico, Jatobá, Copaíba, Arueira,Café, Milho, Mandioca, Batata-doce e Abóbora

para o Cerrado Brasileiro

38

Fig.07. Esquemas de Manejo Permacultural com o

Capim do Cerrado Brasileiro

38

Fig.08. SAF com Acerola, Estilosantes, Batata-doce, Abacaxi, Guandu, Milho e Feijão-de-porco para a Região dos Cerrado Brasileiro

39

Fig.10. SAF com Pequi, Caju, Pupunha, Algodão, Milho, Feijão e

Feijão-de-porco para o Cerrado Brasileiro

39

Fig.11. Desenho Esquemático detalhando uma Rotação de Cultivo Biodinâmico e Permacultural para a Região do Cerrado Brasileiro

45

Fig.12. Um SAF medicinal com Ipê Roxo, Ipê Amarelo, Copaiba, Sucupira, Barbatimão e Ervas Medicinais para o Cerrado Brasileiro

45

Tab.08. Especies Vegetais Importantes para SAFs e Sistemas Permaculturais Para a Região Sul e Sudoeste do Brasil

47

Fig.13. Composição de um SAF com Citrus, Rotação de Cultivos Sustentável e a Produção Industrial de Cana-de-açúcar para o Sudoeste Brasileiro

52

Fig. 14. SAF com Café + Ingá + Cana + Milho + Feijão

53

Fig.15. Ingazeiro + Banana + Grevilha + Café para

as regiões do oeste do Paraná e São Paulo

54

Fig. 16. SAF com cafér + Ingá + Cana + Milho +

Feijão de Porco para o Sul do Brasil

54

Os Sistemas Agroflorestais para as Regiões Brasileiras
"Existiu um pastor solitário chamado
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©kagiz.org 2016
rəhbərliyinə müraciət