Ana səhifə

A costa dos murmurios


Yüklə 79.6 Kb.
tarix22.06.2016
ölçüsü79.6 Kb.

Ficha Técnica e Sinopses dos Filmes Troféu Andorinha

1 - FILME: “ A COSTA DOS MURMURIOS”

FICHA TÉCNICA

Direção:MARGARIDA CARDOSO

Argumento: CÉDRIC BASSO

MARGARIDA CARDOSO

Baseado no romance homónimo de LÍDIA JORGE

"A Costa dos Murmúrios",- Edição de Publicações Dom Quixote, 1988

Direcção de fotografia: LISA HAGSTRAND

Montagem: PEDRO MARQUES

Música original: BERNARDO SASSETTI

Direção Artística: ANA VAZ

Decoração: AUGUSTO MAYER

Maquilhagem & cabelos: SANO DE PERPESSAC

Figurino: SILVIA MEIRELES Sílvia Meireles

Som: CARLOS ALBERTO LOPES

Misturas: BRANKO NESKOV

Assistente de realização: JOÃO FONSECA

Direção de produção: JOÃO MONTALVERNE

Produção: FILMES TEJO

Co-Produção: ZDF/ARTE

NETWORK MOVIE

Apoio Financeiro: MC/ICAM

RTP-RADIOTELEVISAO PORTUGUESA

INSTITUTO CAMÕES

2004 | 1.85:1 | cor | Dolby Digital |

Tempo de Duração: 120 minutos

ELENCO

BEATRIZ BATARDA- Evita

FILIPE DUARTE - Luís

MÓNICA CALLE - Helena

ADRIANO LUZ - Forza Leal

LUÍS SARMENTO - Jornalista

João Ricardo ▪ Dinarte Branco ▪ Sandra Faleiro ▪ Bia Gomes ▪ Fernando Luís ▪ Carlos Pimenta ▪ Custódia Galego ▪ José Raposo ▪ Carla Bolito ▪ Jorge Pinto ▪ José Airosa ▪ Nuno Pinto ▪ Marcelo Urgeghe ▪ João Lagarto ▪ Núria Mencia
SINOPSE

“Sim, é verdade, nesse tempo chamavam-me assim(...)Nesse tempo Evita era eu (...)”. “Evita recorda e corrige uma história que já lhe pertenceu.” No final dos anos 60, Evita chega a Moçambique para casar com Luís, um estudante de matemática que ali cumpre o serviço militar. Evita rapidamente se apercebe que Luís já não é o mesmo e que, pertubado pela guerra, se transformou num triste imitador do seu capitão, Forza Leal. Os homens partem para um grande operação militar no norte. Evita fica sozinha e, no desespero de tentar compreender o que modificou Luís, procura a companhia de Helena, a mulher de Forza Leal. Submissa e humilhada, Helena é prisioneira na sua casa onde cumpre uma promessa. É ela quem revela o lado negro de Luís...Perdida num mundo que não é o seu, Evita paercebe-se da violência de um tempo colonial á baira do fim. Um tempo de guerra, de perda e de culpa.




2 - FILME: ANDRÉ VALENTE

FICHA TÉCNICA
Fotografia: RUI POÇAS
Som: VASCO PIMENTEL
Música Original: PAULO PIMENTEL
Assistente de Direção: PAULO BELÉM
Diretora de Produção: PATRÍCIA ALMEIDA
Produção: CLAP FILMES

Apoio Financeiro:MC/ICAM - INSTITUTO DO CINEMA, AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA


RTP - RADIOTELEVISÃO PORTUGUESA

Produzido: PAULO BRANCO


Argumento, direção e montagem: CATARINA RUIVO
Portugal, 2003, cor, 1:1,66, DOLBY SRD, 71’
ELENCO

LEONARDO VIVEIROS- André


RITA DURÃO - Mãe

PEDRO LACERDA – Pai

DMITRY BOGOMOLOV – Nicolai

RICARDO AIBÉO – Victor

CAMILA BESSA - Susana
SINOPSE
É quase Natal!
Gostava que o meu pai chegasse a tempo do Natal com todas as prendinhas que lhe pedi. Queria que ele desta vez ficasse por muito tempo e que não se zangasse com a minha mãe.
Espero que na escola os miúdos parem de me chatear no recreio e que a Susana nunca deixe de ser minha amiga. Quero que ela vá comigo à casa abandonada. Ontem voltei a ver lá luz.
Preciso também de contar à Susana um mistério que descobri. O meu vizinho da frente sai todos os dias à mesma hora de fato de treino e fala uma língua esquisita. Podíamos segui-lo para ver onde é que ele vai...

3 - FILME: CAZUZA - O TEMPO NÃO PÁRA

FICHA TÉCNICA
Título Original: CAZUZA- O TEMPO NÃO PÁRA
Gênero: DRAMA
Ano de Lançamento (Brasil): 2004
Estúdio: LEREBY PRODUÇÕES

GLOBO FILMES

CINELUZ PRODUÇÕES

COLUMBIA TRISTAR DO BRASIL


Distribuição: COLUMBIA TRISTAR DO BRASIL
Direção: SANDRA WERNECK

WALTER CARVALHO


Roteiro: FERNANDO BONASSI

VICTOR NAVES

Baseado em livro de LUCINHA ARAÚJO
Produção: DANIEL FILHO
Música: GUTO GRAÇA MELLO
Fotografia: WALTER CARVALHO
Desenho de Produção: MARCELO TORRES
Direção de Arte: CLÁUDIO AMARAL PEIXOTO
Figurino: CLÁUDIA KOPKE
Edição: SÉRGIO MEKLER
Tempo de Duração: 96 minutos

E
LENCO
DANIEL OLIVEIRA - Cazuza
MARIETA SEVERO - Lucinha Araújo
REGINALDO FARIA -João Araújo
ANDRÉA BELTRÃO - Malu
LEANDRA LEAL - Bebel Gilberto
EMÍLIO DE MELLO - Zeca
CADÚ FÁVERO - Frejat
ANDRÉ GONÇALVES - Maneco
ARLINDO LOPES - Dé
DUDU AZEVEDO - Guto
ANDRÉ PFEFER - Maurício
EDUARDO PIRES - Serginho
PIERRA SANTOS - Tonico
VICTOR HUGO - Bené
MARIA MARIANA - Talita
DÉBORA FALABELLA - Dani
MARIA FLOR - Garota de Bauru

FERNANDA BOECHAT - Garota da ponte







SINOPSE
A vida louca que marcou o percurso profissional e pessoal de Cazuza (Daniel de Oliveira), do início da carreira, em 1981, até a morte em 1990, aos 32 anos: o sucesso com o Barão Vermelho, a carreira solo, as músicas que falavam dos anseios de uma geração, o comportamento transgressor e a coragem de continuar a carreira, criando e se apresentando, mesmo debilitado pela Aids.


4 - FILME: CONTRA TODOS

FICHA TÉCNICA
Título Original: CONTRA TODOS
Gênero: DRAMA
Tempo de Duração: 95 MINUTOS
Ano de Lançamento (Brasil): 2004
Estúdio: CORAÇÃO DA SELVA

O2 Filmes


Distribuição: WARNER BROS.
Direção e Roteiro: ROBERTO MOREIRA
Produção: FERNANDO MEIRELLES

ROBERTO MOREIRA

GEÓRGIA COSTA ARAÚJO

ANDRÉA BARATA RIBEIRO

BEL BERLINCK
Música: LÍVIO TRAGTENBERG
Fotografia: ADRIAN COOPER
Desenho de Produção: ÁUREA GIL
Figurino: MARJORIE GUELLER

JOANA PORTO


Edição: MIRELLA MARTINELLI


ELENCO
LEONA CAVALLI - Cláudia
SÍLVIA LOURENÇO - Soninha
AÍLTON GRAÇA - Waldomiro
GIULIO LOPES - Teodoro
MARTHA MEOLA - Terezinha
DIONÍSIO NETO - Lindoval
GUSTAVO MACHADO - Marcão
PAULA PRETTA - Claudete
ISMAEL DE ARAÚJO - Júlio
LAÍS MARQUES - Regina
WATERLOO GREGÓRIO - Luiz
FERNANDO PETELINKAR - Vendedor de carro
ALESSANDRO AZEVEDO - Tião
NEUSA VELASCO - Mãe de Terezinha
SÉRGIO CAVALCANTE - Irmão de Terezinha
ELDER FRAGA - Rapaz do bar
SÉRGIO PARDAL - Carecas
Daniel Coelho e Nei Pelizzon


SINOPSE
Em um bairro da periferia de São Paulo vivem Teodoro (Giulio Lopes), sua filha adolescente Soninha (Sílvia Lourenço) e sua segunda mulher, Cláudia (Leona Cavalli). O dia-a-dia dessa família classe média baixa está assentado sobre mentiras. Por trás da fachada de homem religioso, Teodoro ganha a vida como matador, bate na revoltada Soninha e tem uma relação extra-conjugal com Terezinha (Martha Meola), sua companheira de culto. Vaidosa e insatisfeita no casamento, Cláudia vive um caso com Júlio (Ismael de Araújo), filho do açougueiro da vizinhança. Em torno do grupo orbita Waldomiro (Aílton Graça), amigo e sócio de Teodoro e objeto do desejo de Soninha. Após Júlio ser assassinado, Cláudia culpa o marido, destrói a casa e foge. Num hotel do Centro ela conhece o porteiro Lindoval (Dionísio Neto), com quem inicia um namoro. Exausto, Teodoro decide deixar sua vida em São Paulo, casar-se com Terezinha e mandar Soninha para a casa da avó, mas nada sai como planejado. Quando Lindoval é espancado até quase a morte, Cláudia suspeita do ex-marido. Na mesma noite, Terezinha recebe em casa uma fita de vídeo em que Teodoro transa com Cláudia.

5 - FILME: DESASSOSSEGO

FICHA TÉCNICA


Direção: CATARINA MOURÃO

Produção: CATARINA ALVES COSTA

Fotografia: JOÃO RIBEIRO

Som: ARMANDA CARVALHO


Montagem: PEDRO DUARTE

Produtora Executiva: CATARINA ALVES COSTA

Produção: LARANJA AZUL

Músicas : “DES PAS SUR LA NEIGE”, “SUITE BERGAMESQUE

Claude Debussy

Suporte: 35 mm


Duração: 75’


Apoios: ICAM, PORTO 2001

RTP – RÁDIO TELEVISÃO PORTUGUESA



SINOPSE

Construído como um tríptico quis com este filme contar três histórias urbanas que tivessem como pretexto a casa.

A casa como património, objecto de consumo e lucro no microcosmo de uma agência imobiliária. A pressão do trabalho, o tempo frenético e quase sem fôlego, as relações de poder e dinheiro.

A mudança de casa como sintoma, manifestação exterior de que alguma coisa mudou nas nossas vidas, para melhor ou por vezes para pior. É certo que uma mudança de casa é quase um ritual de passagem com o qual todos nos identificamos, parece-nos quase uma banalidade. No entanto, uma mudança de casa é sempre uma situação única, não existe uma igual a outra: as casas são diferentes, as pessoas também, e as razões que levam a uma mudança são sempre muito pessoais, e por vezes complexas. Aqui o tempo é quase suspenso, descritivo, cada pequeno gesto é valorizado, num olhar mais próximo menos observacional.

A terceira história centrada em torno do Sr.Pinto, um transportador de móveis, tem já uma dimensão diferente, o objecto temático é mais difuso. Embora a ideia de casa continue a ser o pretexto, quis que a história do Sr. Pinto fosse como a casa de chegada para todas as associações e reflexões sugeridas pelas histórias anteriores. É ele quem resume uma das questões centrais do filme “Vida moderna, não há tempo para nada….tempos difíceis…” transportando o pretexto da casa para uma dimensão mais ampla a da vida hoje em dia na cidade, o tempo, os sonhos que nunca se realizarão, as mudanças que nunca se farão, a solidão, a morte…

6 - FILME: FILME DE AMOR

FICHA TÉCNICA

Título Original: FILME DE AMOR

Tempo de Duração: 116 min

Direção: JÚLIO BRESSANE

Roteiro: JÚLIO BRESSANE

ROSA DIAS

Produção: TARCÍSIO VIDIAL

LÚCIA FARES

Produção Executiva: DANIELA ARANTES

Produtora de Finalização: REGINA MARTINHO DA ROCHA

Música: GUILHERME VAZ

Fotografia: WALTER CARVALHO

Desenho de Produção: MOA BATSOW

Figurino: HELEN MILET

Edição: VIRGÍNIA FLORES

Animação: GERALD KÖHLER

Som: JUAREZ DAGOBERTO



ELENCO

BEL GARCIA

JOSIE ANTELLO

FERNANDO EIRAS

SINOPSE

Três amigos Hilda, Matilda e Gaspar, populares e suburbanos, encontram-se no fim de semana em um pequeno e pobre apartamento no centro da cidade para estarem juntos, conversar, beber e sentir prazer. Algum prazer. Hiato em uma rotina dura e medíocre. Os três amigos pobres, inteligentes e de sensibilidade incomum, projetam seu imaginário em uma espécie de sonho, embriaguez que os eleva a um estado de espírito para além do insalubre, do insuficiente, do insulso, dia-a-dia. Este encontro, contra-ponto amoroso à raiva cotidiana, é um andídoto à banalização da existência e um clamor a vida, maneira sutil de estar presente no mundo.

7 - FILME: GAROTAS DO ABC

FICHA TÉCNICA
Título Original:GAROTAS DO ABC
Gênero: DRAMA
Tempo de Duração: 124 minutos
Estúdio: DEZENOVE SOM E IMAGENS

LOC’ALL DE CINEMA E TELEVISÃO


Direção: CARLOS REICHENBACH
Roteiro: CARLOS REICHENBACH

FERNANDO BONASSI


Produção: SARA SILVEIRA

MARIA IONESCO


Música: NELSON AYRES

ZÉ RICARDO


Fotografia: JACOB SARMENTO SOLITRENICK
Desenho de Produção: VALDY LOPES FERREIRA
Direção de Arte: LUÍS ROSSI
Figurino: CAROLINA LI
Edição: CRISTINA AMARAL


ELENCO
FERNANDO PAVÃO - Fernando Tavares
ÊNIO GONÇALVES - Nélson Torres
SELTON MELLO - Salesiano de Carvalho
ANTÔNIO PITANGA - Aurélio
MICHELLE VALLE - Aurélia
VANESSA ALVES - Antuérpia
NATÁLIA LORDA - Paula Nélson
VANESSA GOULART - Marcinha
FERNANDA CARVALHO LEITE - Lucineide
ROCCO PITANGA - Adílson
DIONÍSIO NETO - André Luiz Oliveira
EDUARDO SOFIATTI - Nicanor
MILHEM CORTAZ - Alemão
FABIO FERREIRA DIAS - Ruggero
ADRIANO STUART - Dr. Oswaldo Sampaio
VERA MANCINI - Sofia
ÂNGELA CORRÊA - Tia Tereza
MÁRCIA DE OLIVEIRA - Nelinha
VIVIANE PORTO - Indalércia
LINA AGIFU - Kinuyo
KELLY DI BERTOLLI - Nair
ANA CECÍLIA COSTA - Carmo
MARAIANA LOUREIRO - Natália
NEIDE DE DEUS - D. Avelina
FAFÁ DE BELÉM - Solange
ALESSANDRO AZEVEDO - Maleita
PAULO BORDHIN - Fineza

SINOPSE
Aurélia (Michelle Valle) é uma jovem tecelã negra, que trabalha em uma indústria têxtil recém-saída da concordata e que é fã do astro Arnold Schwarzenegger. Ao seu redor se desenvolvem os três eixos narrativos do filme: a família de Aurélia (pai, mãe, irmão, tia e sobrinha), as colegas dela (a tecelagem e o clube operário que freqüentam) e o bando racista que acompanha o seu namorado fascista.


8 - FILME: GLAUBER, O FILME - LABIRINTO DO BRASIL

FICHA TÉCNICA
Título Original: GLAUBER, o FILME – LABIRINTO DO BRASIL
Gênero: DOCUMENTÁRIO
Tempo de Duração: 98 minutos
Ano de Lançamento (Brasil):
2004
Estúdio: CALIBAN PRODUÇÕES CINEMATOGRÁFICAS
Distribuição: RIO FILME
Direção, Roteiro, Produção e Edição: SÍLVIO TENDLER
Música: EDUARDO CAMENIETZKI
Fotografia: FERNANDO DUARTE

WALTER CARVALHO



ELENCO

GLAUBER ROCHA

NELSON PEREIRA DOS SANTOS

DARCY RIBEIRO

HELENA IGNEZ






SINOPSE
A vida e a morte de Glauber Rocha, o polêmico cineasta baiano que revolucionou o cinema, promovendo uma radical revisão na cultura brasileira. Imagens do enterro, depoimentos recentes de quem acompanhou sua trajetória, seus pensamentos e idéias explodem na tela num filme-tributo à memória de um artista que idealizava um cinema independente e libertário.


9 - FILME: MEU TIO MATOU UM CARA

FICHA TÉCNICA
Título Original:MEU TIO MATOU UM CARA
Gênero: COMÉDIA
Tempo de Duração: 87 minutos
Ano de Lançamento (Brasil): 2005
Estúdio: NATASHA FILMES

CASA DE CINEMA DE PORTO ALEGRE


Distribuição: FOX FILM DO BRASIL
Direção: JORGE FURTADO
Roteiro: JORGE FURTADO

GUEL ARRAES

Baseado em livro de JORGE FURTADO
Produção: PAULA LAVIGNE

GUEL ARRAES

NORA GOULART

LUCIANA TOMASI


Música: CAETANO VELOSO

ANDRÉ MORAES


Fotografia: ALEX SERNAMBI
Desenho de Produção: MARCO BARJOTTO
Direção de Arte: FIAPO BARTH
Figurino: ROSÂNGELA CORTINHAS
Edição: GIBA ASSIS BRASIL

ELENCO
AILTON GRAÇA -Laerte
DARLAN CUNHA - Duca
DEBORAH SECCO - Soraya
DIRA PAES - Cléia
LÁZARO RAMOS - Éder
SOPHIA REIS - Isa
RENAN GIOELLI - Kid


SINOPSE
Éder (Lázaro Ramos) é preso ao confessar ter matado um homem. Duca (Darlan Cunha), um menino de 15 anos que é sobrinho de Éder, quer provar a inocência do tio. Ele tem certeza que o tio está assumindo o crime para livrar a namorada, Soraya (Deborah Secco), ex-mulher do morto. Duca também quer conquistar o coração de Isa (Sophia Reis), uma colega de escola que parece estar mais interessada em seu melhor amigo, Kid (Renan Gioelli). Para conseguir provar sua teoria, Duca recebe a ajuda de Isa e Kid nas investigações.

10 - FILME: NA CIDADE VAZIA

FICHA TÉCNICA

Direção: MARIA JOÃO GANGA

Fotografia: JACQUES BESSE

Montagem: PASCALE CHAVANCE

Som: GITA CERVVEIRA

TIAGO MATOS

Roteiro Original: NÉ GONÇALVES

Roteiro: CESÁRIO MONTEIRO

MARIA JOÃO GANGA

Música: MANU DIBANGO

PAULO FLORES

EDUARDO PAIM

Assistente de Direção: NUNO MILAGRE

Figurino: SÃO AMARO

Co-Produção: PANDORA DA CUNHA TELLES

Duração: 90min

ELENCO:

ROLDAN PINTO JOÃO

DOMNGOS FERNANDES

RAUL ROSÁRIO

JÚLIA BOTELHO

ANA BUSTORFF



SINOPSE:

Fugindo da guerra, um grupo de crianças refugiadas é trazido a Luanda por uma freira. No aeroporto, o garoto N’daga, de 12 anos, escapa da comitiva e decide conhecer a cidade. Enquanto a religiosa procura por ele, o menino circula pelas congestionadas ruas da capital. Em seu percurso, ele encon-tra personagens curiosos: Antonio, um pescador que vive na costa; Zé, que é um pouco mais velho que ele e o compara a um herói nacional da luta pela libertação do país; e por fim Joka, um marginal que tenta convencê-lo a tomar parte num roubo. Vencedor do prêmio especial


11 - FILME: NARRADORES DE JAVÉ

FICHA TÉCNICA
Título Original: NARRADORES DE JAVÉ
Gênero: DRAMA
Tempo de Duração: 100 minutos
Estúdio: BANANEIRA FILMES

GULLANE FILMES

LATERIT PRODUCTIONS
Distribuição: RIO FILMES
Direção: ELIANE CAFFÉ
Roteiro: LUIZ ALBERTO DE ABREU

ELIANE CAFFÉ


Produção: VÂNIA CATANI
Música: DJ DOLORES

ORQUESTRA SANTA MASSA


Fotografia: HUGO KOVENSKY
Direção de Arte: CARLA CAFFÉ
Edição: DANIEL REZENDE


ELENCO
JOSÉ DUMONT - Antônio Biá
MATHEUS NACHTERGAELE
GERO CAMILO
NÉLSON DANTAS
RUI RESENDE
NELSON XAVIER
LUCI PEREIRA
JORGE HUMBERTO E SANTOS


SINOPSE
Somente uma ameaça à própria existência pode mudar a rotina dos habitantes do pequeno vilarejo de Javé. É aí que eles se deparam com o anúncio de que a cidade pode desaparecer sob as águas de uma enorme usina hidrelétrica. Em resposta à notícia devastadora, a comunidade adota uma ousada estratégia: decide preparar um documento contando todos os grandes acontecimentos heróicos de sua história, para que Javé possa escapar da destruição. Como a maioria dos moradores são analfabetos, a primeira tarefa é encontrar alguém que possa escrever as histórias.


12 - FILME: NOITE ESCURA

FICHA TÉCNICA


Argumento e Diálogos: JOÃO CANIJO

PIERRE HODGSON

com MAYANNE VON LEDEBUR

Fotografia: MÁRIO CASTANHEIRA

Som: PHILIPPE MOREL

Decoração e Guarda-roupa: ZÉ BRANCO

Montagem: JOÃO BRAZ

JACKIE BASTIDE

Música: ALEXANDRE SOARES

Assistente de Direção: JOSÉ MARIA VAZ DA SILVA

Diretor de Produção: FERNANDO CENTEIO

Co-Produção: MADRAGOA FILMES

GEMINI FILMS

Apoio Financeiro: MC/ICAM – INSTITUTO DO CINEMA, AUDIVISUAL E MULTIMÉDIA

RTP – RADIOTELEVISÃO PORTUGUESA

Produção: MÁRIO BRANCO

Direção: JOÃO CANIJO

Ano de Produção: 2004

PROTUGAL/FRANÇA – COR – DOLBY SRD – 94’

ELENCO

RITA BLANCO

BEATRIZ BATARDA

FERNANDO LUÍS

CLEIA ALMEIDA

JOSÉ RAPOSO

DMITRY BOGOMOLOV

JOÃO REIS

ANNA BELOZOROVITCH

ANTÔNIO FERREIRA

RÀMON MARTINEZ

ANA LUÍSA LEÃO

ANABELA MOREIRA

HELENA ALVES

JINIE RAINHO

LARA CARVALHO

NADINA LOPES

MÁRCIA DE OLIVEIRA SILVA

SUSANA MOREIRA



SINPOSE

Uma noite escura de inverno algures na província portuguesa.

Uma casa de alterne onde está a começar mais um dia de trabalho para a família que a gere, pai, mãe e duas filhas, as raparigas que entretêm e seduzem os clientes, um mundo de falsas aparências e onde os sonhos de uma outra vida acabarão por se desfazer.

Porque o pai, a quem um negócio correu mal, se verá obrigado a sacrificar a sua filha mais nova, e assim acabará por destruir toda a sua família...


13 - FILME: O COMBOIO DA CANHOCA

FICHA TÉCNICA

Direção e Cenário: ORLANDO FORTUNATO

Imagem: GEORGES LECHAPTOIS

Montagem: HELENA ALVES

Produção: TRANSMÉDITERRANÉE (França)

CONTINENTAL FILMADOS (Portugal)

CINÉTÉLÉFILMS (Tunísia)

M.P.S (Marrocos)

MASANGALA FILMAR(Angola)

Gênero: FICÇÃO

Tempo de Duração: 90 minutos

Direção de Arte: FERNANDA DE MORAIS

Figurino: TERESA CAMPOS



ELENCO

ADELINO CARACOL

JULIO SERGIO DE BRITO

PEDRO HILARIO BERSON
SINOPSE

A Angola, 1957. Jololo, um habitante da pequena cidade de Malange, é parado e tabassé por ter ousado golpear um militar português que acabava de violar a sua esposa. Por medida de retorsão, os colonos param arbitrariamente cinquenta outros habitantes de Malage e o entassent num vagão de mercadoria hermeticamente fechado. O comboio leva-o para Luanda. Dentro do vagão, o inferno instala-se progressivamente. Os prisioneiros posicionam-se os uns em relação aos outros e a sua personalidade revela-se, recreando uma espécie de microcosmo da sociedade angolana, com seus “equivalentes”, seus gradualmente traîtres, os seus resistentes, os seus corajosos, os seus fracos. O chegado em estação de Comboio IP Cañhoca, vagão décroché na sequência de uma confusão e é abandonado sobre uma via de garagem ao desvio, sem que ninguém duvide-se do seu conteúdo. Calvarie dos prisioneiros prossegue-se durante vários dias, sob sol accablant. Nesta porta fechada, os conflitos exacerbam-se, os antagonismos agravam-se, as lembranças sitiam os infelizes e a morte rôde. Quando as autoridades recuperam o vagão e levam-o em Luanda, encontra-se apenas cadáveres e sobreviventes próximos da loucura, que é mais apenas a sombra de eles mesmos.



14 - FILME: O HERÓI
FICHA TÉCNICA

Diretor: ZEZÉ GAMBOA

Gênero: DRAMA

Distribuidor: FBF FILMES

Tempo de Duração: 90 minutos

Produção: DAVID & GOLIAS

GAMBOA & GAMBOA

LE FILMS DE L’ APRÉS MIDI

Argumento: CARLA BATISTA

Fotografia: MARIO MASINI

Música: DAVID LINX

DIEDERIK WISSELS

Montagem: ANA RUIZ



ELENCO

OUMAR MAKENA DIOP

MILTON COELHO

MARIA CEIÇA

NEUSA BORGES

PATRÍCIA BULL

RAUL ROSÁRIO

CATARINA MATOS

NELO HELDER



SINOPSE

Luanda, um bairro pobre. Vitório, herói de guerra, tem uma vida difícil. Com uma perna amputada não encontra trabalho. Depois de muita espera e insistência consegue obter uma prótese, que irá melhorar a sua mobilidade. Mas a prótese é roubada por Cacá e o seu grupo de marginais adolescentes. Manu, que vive com a avó, lembra o pai que desapareceu no tempo de guerra. Cruzam-se as vidas de Vitóreio e Manu e a de outras pessoas de Luanda.


15 - FILME: OLGA

FICHA TÉCNICA
Título Original: OLGA
Gênero: DRAMA
Distribuição: LUMIÈRE
Direção: JAYME MONJARDIM

Roteiro e Produção: RITA BUZZAR


Direção de Produção: CLÁUDIA BRAGA
Produtor Executivo: GUILHERME BOKEL
Produtor Associado: CARLOS EDUARDO RODRIGUES
Co-Produtores: BRUNO WAINER

MARC BEAUCHAMPS
Co-Produção: NEXUS CINEMA E VÍDEO

GLOBO FILMES
LUMIÈRE

EUROPA FILMES


Música: MARCUS VIANNA
Fotografia: RICARDO DELLA ROSA
Câmera: FLÁVIO ZANGRANDE
Direção de Arte: TIZA DE OLIVEIRA
Figurino: PAULO LOIS
Cenógrafo: GILSON SANTOS
Cenógrafa: ERIKA LOVISI
Make up: MARLENE MOURA
Técnico de Som:JORGE SALDANHA
Montador: PEDRO AMORIM
Casting: MARIANA LOBO
Make up de efeito especial: MÁRIO CAMPIOLI
ELENCO
CAMILA MORGADO - Olga Benário
CACO CIOCLER - Luís Carlos Prestes
FERNANDA MONTENEGRO - Dona Leocádia Prestes
LUÍS MELLO - Leo Benário
ELIANE GIARDINE - Eugénie Benário
JANDIRA MARTINI - Sarah
MARIANA LIMA - Ligia Prestes
RENATA JESION - Elise Ewert Sabo
WERNER SCÜNEMANN - Arthur Ewert
GUILHERME WEBER - Otto Braun
OSMAR PRADO - Getúlio Vargas
FLORIANO PEIXOTO - Filinto Müller
MURILO ROSA - Estevan
JOSÉ DUMONT - Manuel
MILENA TOSCANO - Hannah
OSCAR SIMCH - Herr Fischer
ODILON WAGNER - Capitão Navio
ELIANA GUTTMAN - Enfermeira Chefe
PASCHOAL DA CONCEIÇÃO - Dimitri Manuilski
SABRINA GREVE - Elza Colônio
RANIERI GONZALES- Miranda
RAUL SERRADOR - Rodolfo Ghioldi
BRUNO DAYRREL - Victor Barron
ANDERSON MULLER - Paul Gruber
GILLES GZWIDEK - Leon Julles Valee
MARIA CLARA FERNANDES - Carmem
LEONA CAVALI - Maria
EDUARDO SEMERJIAN - Galvão
THELMO FERNANDES - Bangu
HELIO RIBEIRO - Padre Leopoldo
EDGAR AMORIM - Agildo Barata
ZÉ CARLOS MACHADO - Ministro da guerra
LOLÔ SOUZA PINTO


SINOPSE

Narra a história da judia alemã Olga Benário Prestes (1908-1942). Militante comunista desde jovem, Olga é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde faz treinamento militar. É encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes ao Brasil para liderar a Intentona Comunista de 1935, se apaixonando por ele na viagem.




16 - FILME: O MILAGRE SEGUNDO SALOMÉ
FICHA TÉCNICA

Argumento: CARLOS SABOGA

Baseado no romance de JOSÉ RODRIGUES MIGUÉIS

Música: BERNARDO SASSETI

Direção Artística: ISABEL BRANCO

Imagem: MÁRIO BARROSO

Câmara: EDMUNDO DÍAZ

Som: PEDRO MELO

Diretora de Produção: ANA PINHÃO

Co-Produção MADRAGOA FILMES, GEMINI FILMS

Apoio Financeiro: MC/ICAM, RTP, CINÉ CINÉMAS

Apoio: EURIMAGES

Produção: PAULO BRANCO

Direção: MÁRIO BARROSO

Ano de Produção: 2004


ELENCO

ANA BANDEIRA – Salomé

NICOLAU BREYNER – Sertório Cerqueira

RICARDO PEREIRA – Gabriel

PAULO PIRES – Mota Santos

FILIPE DUARTE – Tenente Bráz

ANA PADRÃO – Dona Rosa

MARGARIDA VILANOVA – Natacha

CARLOS VAZ – Joaquin

JOÃO DIDELET – Luciano

ANA ZANATI – Laura de Acanto


SINOPSE

Portugal, 1917. O país vive uma grande agitação política e social e diz-se em Fátima a virgem apareceu a três pastorinhos.

Salomé, uma jovem vinda da província, é uma das muitas raparigas qye animam um dos mais conhecidos bordéis de Lisboa, mas é uma rapariga tão especial que um dia um senhor de posses convida-a para vivewr em sua casa e apresenta-a à alta sociedade de Lisboa.

Mas o seu passado não deixará de a perseguir e Salomé, que pensava que seria para ela o começo de uma nova vida, vai afinal acabar por perder tudo ao tornar-se personagem involuntária desse milagre que então agitou o país...



17 - FILME: O OUTRO LADO DA RUA

FICHA TÉCNICA
Título Original: O OUTRO LADO DA RUA
Gênero: DRAMA
Tempo de Duração: 97 minutos
Estúdio: PÁSSARO FILMS

COLUMBIA TRISTAR DO BRASIL

NEANDERTHAL MB CINEMA
Distribuição: COLUMBIA TRISTAR DO BRASIL
Direção: MARCOS BERNSTEIN
Roteiro: MARCOS BERNSTEIN

MELANIE DIMANTAS


Produção: MARCOS BERNSTEIN

KÁTIA MACHADO


Música: GUILHERME BERNSTEIN SEIXAS

Fotografia: TOCA SEABRA


Figurino: CRISTINA KANGUSSU
Edição: MARCELO MORAES


ELENCO
FERNANDA MONTENEGRO - Regina
RAUL CORTEZ - Camargo
LUÍS CARLOS PERCY - Alcides
LAURA CARDOSO - Leonor


SINOPSE
Regina (Fernanda Montenegro) é uma mulher de 65 anos de sinceridade excessiva e ironia incontida, que vive em Copacabana com sua cachorrinha vira-lata. Para esquecer a solidão e se distrair ela participa de um serviço da polícia, no qual aposentados denunciam pequenos delitos. Em uma noite de abandono, “fiscalizando” com seu binóculo o que acontece nos prédios do outro lado da rua, Regina presencia o que lhe parece ser um homem matando sua mulher com uma injeção letal. Ela chama a polícia, mas o óbito é dado como morte natural. Desmoralizada, Regina resolve provar que estava certa e acaba se envolvendo com o suposto assassino.

18 - FILME: REDENTOR

FICHA TÉCNICA
Título Original: REDENTOR
Gênero: DRAMA
Ano de Lançamento (Brasil): 2004
Distribuição: WARNER BROS.
Direção: CLÁUDIO TORRES
Roteiro: ELENA SOÁREZ

FERNANDA TORRES

CLÁUDIO TORRES
Produtora: CONSPIRAÇÃO FILMES
Co-Produção: WARNER BROS.PICTURE

GLOBO FILMES

ESTÚDIOS MEGA

MEGA COLOR

TIBET FILMES

QUANTA CENTRO DE PRODUÇÕES


Produção: CLÁUDIO TORRES

LEONARDO MONTEIRO DE BARROS


Produtor Associado: DANIEL FILHO
Produção Executiva: RÔMULO MARINHO JR.
Direção de Fotografia: RALPH STRELOW
Montagem: VICENTE KUBRUSLY
Música: MAURÍCIO TAGLIARI

LUCA RAELE


Som Direto: MARK VAN DER WILLIGEN
Supervisão de Som e Desenho de Som: BETO FERRAZ
Mixagem: ARMANDO TORRES JR.
Direção de Arte: TULÉ PEAKE
Figurinos: MARCELO PIES
Maquiagem: MARTÍN MACÍAS TRUJILLO
Supervisão de Efeitos Visuais: FÁBIO
ELENCO
PEDRO CARDOSO - Célio Rocha
MIGUEL FALABELLA - Otávio Sabóia
FERNANDA MONTENEGRO - D. Isaura
CAMILA PÍTANGA - Soninha
FERNANDO TORRES - Justo
STÊNIO GARCIA - Acácio
ENRIQUE DIAZ - Moraes
JEAN-PIERRE NOHER - Gutierrez
MAURO MENDONÇA - Noronha
TONY TORNADO - Tonelada
LÚCIO MAURO - Tísico
LÚCIO ANDREY- Meio-Kilo
BABÚ SANTANA - Júnior
ROGÉRIO FRÓES - Dr. Soares
LOUISE WISCHERMANN - Celeste
PAULO GOULART - Ministro
TONICO PEREIRA - Delegado
GUTA STRESSER - Flávia
JOSÉ WILKER - Dr.Sabóia
FERNANDA TORRES - Isaura Jovem
DOMINGOS DE OLIVEIRA - Justo Jovem
SUELY FRANCO - Tia de Célio
LEONARDO NETTO - Assessor do Ministro
VAGNER A. SANCHEZ - Carcereiro
MÁRIO HERMETO - Foca
MARCEL MIRANDA - Célio Criança
GUILHERME VIEIRA - Otávio Criança

SINOPSE


Um jornalista aceita ser o laranja de um amigo de infância, que é também um empreiteiro envolvido em um escândalo imobiliário. Após o fracasso do negócio, ele encontra Deus e recebe dele uma missão.






Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©kagiz.org 2016
rəhbərliyinə müraciət